CUT 32 anos

26/08/2015

O ano de 1983 fez parte de um período decisivo para a história política, social e sindical brasileira. Trabalhadores, estudantes e movimentos sociais estavam mobilizados na luta contra a ditadura militar. Graças a essa mobilização, o regime imposto em 1964 estava enfraquecido. A repressão já não conseguia impedir que a classe trabalhadora se organizasse. E foi entre 26 e 28 de agosto de 1983 que trabalhadores e trabalhadoras urbanos e rurais vindos de todas as regiões do Brasil promoveram o Congresso Nacional da Classe Trabalhadora, um encontro que mudaria a trajetória da luta sindical do país.

Naquele congresso decidiram em 28 de agosto pela fundação da CUT, a Central Única dos Trabalhadores, uma entidade que, já no seu nascimento, representava 12 milhões de trabalhadores da cidade e do campo. Estavam ali, na cidade de São Bernardo do Campo, 5.059 delegados e delegadas de 912 entidades sindicais de todo o Brasil. A presença massiva mostrava que os trabalhadores e trabalhadoras haviam correspondido ao chamado de fundar a sua central sindical. A CUT nasceu forte e reconhecida pelo movimento sindical internacional. Em poucos anos se tornaria numas das maiores centrais sindical do mundo e uma das entidades mais representativas da sociedade civil brasileira.

Conheça o primeiro jornal produzido pela CUT, com notícias do congresso e as resoluções http://cedoc.cut.org.br/cedoc/periodicos/297